#navbar-iframe{height: 0px; visibility: hidden; display: none;}

Thedivasclube.blogspot.com

Thedivasclube.blogspot.com
Vestir-se bem,é um exercìcio de auto-estima.è escolher a moda que valorize os nossos atributos e camufle os pontos fraços do nosso corpo. Seguir tendências não é sinônimo de elegância ou de luxo ;é preciso saber o que fica melhor com seu tipo físico,tom e subtom de pele, forma do rosto, sua personalidade, idade, temperamento,seu estilo de vida,contexto etc. Nese espaço conversaremos muito sobre moda,estilo-personalidade,auto-imagem, auto-aceitação,amor pròprio,auto-sabotagem e percepção estètica... mas sobretudo de muita auto-estima e empoderamento e do quanto o mito de Bàrbie afeta nossas escolhas de imagem e de vida! E claro,aonde você poderá deixar suas dúvidas,sugestões e críticas sobre o meu trabalho de consultoria de imagem & autoestima.Abra o seu armàrio e escolha o estilo mais adapto para o seu corpo e eu vou te ajudar a preenchê-los de conselhos fashion.Vista-se de autoestima de cor a tua vida.

Tradutor de idiomas

sábado, 7 de setembro de 2013

OS "PSICODÉLICOS" ANOS 60s




Os Pisicodèlicos anos 60s: O DESAFIO e o estilo Twiggy

 O passado que imagina o futuro, o futuro que não abandona o passado.


Audrey Hepburn: icona retângulo!

"...Simples, bonita e irônica . são os  adjetivos que melhor descrevem a famosa Audrey Hepburn . alta, magra ossùda pès grandes  demais para se tornar uma estrela". Entretanto, seu rosto delicado  e minùdo  , maxìlas quadradas,olhos castanhos  escuros grandes e profundos!  Esta ìcona  brilharia de luz pròpria.Uma luz de  elegância que fizeram com que a atriz conquistasse uma geração e se tornasse símbolo de requinte e glamour.
 Seu estilo é  único e moderno , mesmo em um período jà na metade dos naos 50 em que o modelo   mulher  era reproduzido como a dona de casa  americana perfeita   que fazia tortas , cuidava da casa e usava com saias bufantes e aventais !

Existem momentos na história da moda que são marcantes, e tem servido de fonte inspiradora para a moda ,  de maneira quase insaciável, para criar novas silhuetas e volumes, cores e tendências . Os anos 60s é um deles.O Estilo  Sixties ! Embora com o entusiasmo da ingenuidade de uma idade de desafios  (em que ainda se acreditava que mandar um homem à Lua ia mudar o mundo, o melhor um passo para à humanidade) os anos 60s  revela tambèm o seu lado transgressor, não politicamente correcto cheio de requinte e charme.
Nos anos 60s a moda valoriza a mulher  retângulo , assim como a moda  dos  anos 20s . As linhas retas , os modelos curtos , lantejoulas, todo o possível para melhorar e valorizar o corpo magro e esguio , sem formas físicas e esconder a cintura . Esse estilo leva à perfeição a mulher retângulo , como é angulosa. Mesmo as mulheres com seios pequenos e maçã magra pode usar essas roupas , enquanto aqueles com mais peito e curvas  que foram penalizados.

S.o.S Morfologia: 

Os anos 1960s valorizam o Biòtipo  Retângulo; Aqui,vemos a moda, fazer as pazes com (   o Biòtipo  Oval) , que foram tão maltratadas  nas outras èpocas,vem os anos 1960s, na moda que, com suas linhas de trapézio  A-lina, Saco e Ovo,e mini- vestidos favorece absolutamente  tambèm as mulheres com o biòtipo maçãs . Elas também podem tirar proveito desta forma  alguns  triângulo invertido  sem seios ,e as  Pêras 
 magras.Os anos 1970s não favorecem a mulher ampuleta e curvy. Aqui reina em absoluto, formas linerares como a  mulher retângulo  ,alta , mesmo que a figura esbelta era mais exaltada nos anos 1950s. 

O retângulo vai encontrar formas com calças compridas calças( Cigarette, Maculina de alfaiataria , Harens pants,Boyfrend slim fit, stright ,e Boot cut" mais afunilado ) vai  equilibar o corpo magro .
Os seios  grandes porèm não encontra muito espaço na moda da época  60s- e 70s! que eu estava escondendo sob suéteres disformes , então você não pode dizer que ampulhetas e triângulos invertidos teria obtido benefícios. Jà na década de 1980s , a era de leggings e blusas de grandes dimensões. Innevitavèl dizer ,que  o corpo a forma de  pêra e  corpo ampulheta era,entre os mais desfavorecidos, enquanto  a mulher Apple e retângulo pode enriquecer e animar a figura com cores fluorescentes e linhas horizontais . O triângulo invertido deviaa apenas descobrir como não penalizar muito peito e e enfatixar demias os ombros largos, visto o cortes das jaquetas bem quadradrões , em seguida, podiam  ser transportado junto com outras formas .

veremos a seguir, que  na moda em termos de modelagem, nos anos 1960s,variam entre o tubinho LBD   e linhas Trapèzio e A. e as saias plissadas.A malha também é usada para quase tudo,inclusive casacos. As roupas revelam ainda o corpo através de transparências; as saias ficam gradativamente mais compridas, mas o que fica visível das pernas é coberto com malhas caneladas ou meias coloridas e até por tornozeleiras.As roupas realçam, também, as nádegas, à medida que os jeans e as calças ficam mais apertados nesta região e mais apertas nas bocas  e os tops são de malhas colantes. Sem mangas  e de gola alta. As nádegas passam a ser a mais nova zona erógena, porém o mais importante é a maneira como a moda tornou erótico o corpo esguio e a boa forma. jeans bordados ou com aplicações de flores ou calças de algodão boca-de-sino (de forma simples,abrindo em direção à bainha,muito populares na segunda metade da década de 60), camisas com estampas indianas, saias compridas giatana  para as mulheres e flores espalhadas pelos cabelos compridos, é uma forte tendência .
E você encontrou a dècada  certa para você ?

 
"Twist and Shout" The Beatles 1961-

Mas  não vou pular  nenhuma parte,vou apronfundir tudinho, e sem antecipar nada de outras èpocas!OK?!
hoje,aqui estamos tratando dos anos 1960s, uma època que ficou marcada pela rebeldia e arte de inovar! ... iê-iê-iê!
 Aliàs a Moda de Milão,New York e Londres  os outfits de muitas desfiladas que vimos no fashion week , trazem pròprio  uma pegada  bem sessentinha  e glamuor dos anos loucos!que vão estar com tudo na próxima estação 2013.Aliàs, Divas!Os anos 60s são referência constante nas criações dos estilistas contemporâneos. 
Um exemplo recente é a coleção primavera-verão 2013-2014; Tubinhos trapèzio, tailleurs YSL, peças em line- A e uma avalanche de mínicomprimentos, e tanto padronagem e cores vivas  e propostas ultracoloridas em cetato Pvc  e bijus de acrílico reinam absolutos, arrematando looks dos estilistas  Marc Jacobs , Louis Vuitton,Michael Kors, Prada, Chanel,Gucci e Moschino: a pegada  60’s são a inspiração que aparecem na silhueta, na padronagem geométrica, nos acessórios, no cabelo e maquiagem. você pode optar por usar uma minissaia , acompanhada por camisas transparentes no verão e no inverno  gola alta no pescoço.
As tendências da moda feminina em 1960s, passou por muitas mudanças nas roupas para as mulheres. Desta època . Junto com estas mudanças de cores e o desafio de luatar por pares direitos, e estilos! Um período de intensas transformações. O homem na Lua deu espaço às preocupações com o aquecimento global, por exemplo.  


 A moda que revolucionou o cenário criativo com o prêt-à-porter,  que hoje isso fica por conta do fast fashion. E no lugar da revolução sexual  da dècade de 1960,  hoje temos a revolução da informação. começa o período da tecnologia: na indústria espacial se prepara para pousar na Lua, as TVs são encontrados nas casas de oito em cada dez pessoas, se começa a  viajar no carro a ouvir  a rádio, periódicos , jornaise publicações de todos os tipos, muda os  costumes e com eles, incluindo o  nosso estilo.os anos 1960, UMA  dècada  de mudançaa. Os jovens, cada vez mais determinados e rebeldes , lutam pelos direitos nas ruas, ocupam as universidades,praça  desencadeam uma verdadeira revolta, é o começo do que será lembrado pela posteridade como a "revolução cultural, na moda e no pensamento “1969: um grande ano. O evento mais importante é, naturalmente, a conquista da lua. Em 20 de julho, Neil Armstrong é o primeiro homem no mundo a pisar na superfície lunar, "um pequeno passo para o homem, um salto gigante para a humanidade e  dali muitas interperetações na moda"

 Aqui neste período , nesta dècada  têmos a idèia de velocidade. “A corrida espacial e a moda futurista e arquitetura , a  revolução feminina , o novo ideal de moda , criaram a sensação de que tudo è fast, fast, fast.! “Fas fashion”!

Tudo era diferente. Os vestidos e saias fizeram o seu caminho para mudar a vida  da maneira de se vestir das mulheres. No início dos anos 1960s a elegância dessas roupas foi exibidas pela primeira-dama americana , Jacqueline Kennedy. As mulheres usavam vestidos  bon ton com jaquetas  semgolas , modelos quadradão e botões grandes forrados . calças capri e jeans apertados com boca mais larginha  foi o última moda dos meados dos anos 1960s . O salto Stilettos também se tornou popular em todo o tipo , e osvestido  tinham os mais loucos projetos de listras , xadrez ,bolinhas, estampas opticias , florais , etc sobre desenhos de moda .

Colorful ,babados, botas de couro em Pvc , jaquetas sem colarinho , calças  , tecidos sintèticos vinil, resinados etc,muitos foram os Must have para as propostas do dia- à  dia paraos  jovens com uma atitude para mudar o mundo. As mulheres também  podiam decidir de  não mostrarem seus corpos sexy  em modleos a saco ou mostra-los  com um mini- vestido e saias com padrões de linha sem mangas a trapèzio! Estes podiam ser usados ​​com botas até o joelho , óculos grandes  da moda e acessórios de contas. Paetês e tecidos brilhantes veio por meio desta década e foram acompanhados com os bolsas de mão e sapatos de salto .
 vestidos de cocktail e botas de boracha colorida também eram muito populares . Até o final desta década , era de  moda no estilo hippy dos anos 1960s . calças de brim com  boca de sino  , camisas de trabalho  , camisas tingidas( Tye dye)  e tiaras foram.
As mulheres tiveram a coragem de usar o que elas queria, e às vezes até mesmo ir com o sutiã  à mostra,lenços no pescoço, camisa  Polo, botas de biqueira quadrada e boinas foram ganhando força. roupas transparentes foram ostentados por celebridades e foi imitado por pessoas comuns.

COMO SE VESTIR PARA RECRIAR O ESTILO "TWIGGY"?

Os anos 60s foram a década de pernas nuas, razão pela qual você  de preferir vestidos saco curtos, em forma de trapézio ou Linha-A  e sem cintura . Escolha cores vivas e contrastantes  e ousadas com estampas: na década de 60, na verdade, o padrão das roupas são muitas vezes, linhas ópticas,Black and White , geométricas e bem definida.  Assim como uma referência espacial e futurista na moda .

Os lendários anos 60s para a moda ainda são uma uma fonte inesgotavèl de  referência para a moda contemporânea: os 60 marcados pelo mini-saia, os Beatles e  Jovem guarda no Brasil as botas de cano alto acima do joelho eram o espelho de uma geração pronta para se rebelar contra tudo "que os oprimia" projetando otimismo,e  projetos ao futuro.
E o que você acha da década de 60?
Do ponto de vista de forma linear estética nos anos 60 foi  de moda acima  de tudo a linha à  trapézio ,  apresentado pelo jovem estilista  Yves Saint Laurent , diretor artístico da casa Dior : os modelos a saco que ignorou a cintura  FEMININA  ,ou  os casacos estreitos em cima e fluìdos em  baixo, muitas vezes, na altura do joelho  sem colarinhos , minimal!
A linha  saco de YSL, lembravam muitos  modelos de roupas  que foram popular nos anos 20s , mas , em seguida,  os dos naos 1960 eram muito mais elegante e imponente : longo , pelo menos atè a altura  do joelho , por vezes, tinha uma saia aplicada muito baixo e muitas vezes foram criados com tecidos delicados , rendas e seda e feita com cores suaves. Em comparação, as roupas  dos anos loucos pareciam um monte de roupas para crianças ,os anos 1960, tinha praticamente nenhum detalhe decorativo ou estilos sofisticados , mas eram quase sempre repleto de tecidos encorpados (sintéticos ) , com uma linha reta ou levemente evasê. Seu efeito foi obtido a partir dos projetos com padronagem  gráficas ou padrões florais  e geomètricos , quase futuristas muito coloridas , além disso, eram muito mais curtos do que as roupas dos anos 1920s.


Da tradicional elegância ,os cortes  dos modelos dos anos 1960s realmente não podia falar , a essencialidade nas formas ;mas esta foi precisamente a finalidade desejada . As novas roupas e casacos teveram  primeiro que  a aparecer jovem e não convencionais , divertido e irreverente . A idade real da pessoa que usava as peças não importava.
Nos anos 60s foram os anos especialmente  da aparição da minissaia .
Sua aparição (1965 ), que respondiam  às necessidades crescentes de  revolução  dos adolescentes e jovens de se expressar livremente , causou sensação e sensura : as pernas nunca tinha sido tão à vista! O mini foi imediatamente considerado indecente e vulgar  muitos ficaram indignados , por exemplo , de acordo com Coco Chanel o joelho sempre  foi a parte menos atraente da a mulher  a ser exibido!  A tal propòsito portanto, seria melhor manter-lo  escondido . Apesar das críticas, nos anos 60s, as saias das mulheres de todas as idades gradualmente tornou-se cada vez mais curtas , até chegar ,  aos  anos 1990 em alguns casos mal cobrem suas calcinhas e nàdegas . Na conclusão do mini extremo contribuiu em grande maneira a invenção de meias sem costuras e a meias a rede!
O inventor da minissaia é discutido atè hoje  : Mary Quant e Courrèges ? Ambos , de facto, introduzido, quase ao mesmo tempo, os modelos com saias muito curtas. Que de Mini , muitos chegam a ser micro!
As saias de Courrèges tinha linhas angulares geomètricas  e futuristas e foram projetados para serem usados ​​sobre calças skinny ou botas  na altrura da panturilha.
As propostas de Mary  Quant ,eram ,  mini saias em linha –A legermelmente evasê  com cintos na cintura  , saias compridas ou plissadas fluìdas  que paravam  um pouco acima do joelho    2 / à 5 cm à cima .Dando a aparência de serem  muito mais curtas do que realmente eram . Seu  conceito de  mini- imediatamente se tornou um must Have atè os dias atuais no nosso guarda –roupa!

 The  TRANSPARENT LOOK

A moda das  mini saias e  a descoberta da cintura  logo se espalhou  dando à fluir  uma  nova forma de transparência , que com a nova  era das matèrias de  plásticos ,tornou-se  à  forma de novos modelos, saias, e  trench-coat  à prova d'água em plástico coloridos e trapasrentes ,em Vinil  ou tecido de fibras sintéticas por meio dos plàsticos!
Yves Saint Laurent, no inverno de 1968 , apresentou  uma criação sensasional! um longo vestido de noite até o chão ,  na tonalidade monocromàtica preto , elegâcia absoluta , mais desta vez na versão transparente em tecido de  musselina , com à aplicação de penas de avestruz nas laterais que chegaram ao meio da coxa e teve que ser usado sem  ìntimo e meia calça,  com  absolutamente nada por baixo , mas  apenas um acessòrio poderissimo! Uma cobra dourada  como um cinto, a enfatizar a cintura!
O estilista Courrèges , no final dos anos 60s ,  criou  tambèm  um vestidos em organza, em cujos pontos mais íntimo foram aplicadas flores ou formas geométricas .
A versão portátil desta tendência foi definitivamente aà linha transparente de camisas com babado( Voulant nas mangas e  no decote .Hoje vemos vaàrias interepretações desta èoca de trasnforamções que teve como desafio  futuristicos  tambèm na moda  Tais como roupas  em PVC , transparência , tecidos resinados e laminados , hoje podemos  reiterpetar um vasto dos muitos repertório versáteis dos anos 60s , a partir do qual os estilistas nos anos vindouros  continuaram a desenhar até os anos 90s e 2000!

A moda è ART!
 
 "...Deverìamos ou ser uma obra de arte, ou vestir uma obra de arte..." [Oscar Wilde].

Na década de 60s , também no campo dsa tendência predominante de romper com a velha e a nova pesquisa. Na verdade , as diferentes formas de arte deste período são caracterizadas por um evidente desejo de ultrapassar e a clara divisão entre a assim chamada " cultura alta " e " baixa".
Na década de 60 as fronteiras entre arte e moda tornou-se confuso.
Artistas como Christo , de origem búlgara , ea americana Mimi Smith criou roupas como se fossem obras de arte, enquanto os designers descobriram novas razões pilhagem da arte pop e arte op. Seja em tela ou sobre os tecidos , o uso inteligente de formas, tais como círculos, quadrados e espirais deu a ilusão de movimento . Apartir daquele momento ,à A op art (ou arte óptica " Optical Art " ) tornou-se uma forte tendência da moda.


A artista britânica Bridget Riley foi uma das principais figuras deste  movimento . Seus   desenhos geomètricos: círculos , quadrados, retângulos  e brancos em zigue-zague  nas cor preta  foram habilmente repetido para criar um efeito tridimensional  de ilusão de òotica!: suas criações pareciam recuar , eprojetando  movimento pròprio. A ilusão funcionou porque criou confusão ao nível do nervo óptico .
 A indústria têxtil aproveitou esta oportunidade para obter o mesmo efeito com os tecidos e , desta forma, estilistas como Ossie Clark em Londres e  mìtico Yves Saint Laurent em Paris criou padrões deslumbrantes., Este ùltimo em particular modo. Yves Saint Laurent em particular,  criou inteiras coleções que foram inspiradas pelas tendências clássicas e artística do presente.

A famosa coleção de 1965 mostrou roupas cotadas direitamente no jersey de visçosa  em vàrio os blocos de cores ( azul, branco,amarelo, vermelho e preto) , e assemblados em vários pedaços de pano,  costuradas extrategicamnete  de forma a reproduzir os padrões geométricos das pinturas  dos quadros  de arte deo artista Françês “Piet Mondrian”. De acordo com Saint Laurent , essas formas rígidas, geomètricas, se adaptavam  perfeitamente ao corpo  da mulher  ,Mas  na verdade , as  série de roupas  de inspiração Pop  art , no entanto, foi inspirado na obra de Andy Warhol ou Roy Liechtenstein.
O trompe l' oeil é outro método usado para criar um efeito tridimensional   deste movimento artistico. Transferido para o campo da moda foi utilizado para  criar a ilusão de golas e punhos  falsos , em forma de desehos  desenho de uma  vestido curto , blusas , cintos e bolsas de cores contrastantes, pròprio como uma tela de arte!


O esilista Italiano,Emilio Pucci e  com o as suas fantasias,  consagraram  como sinal distintivo do estilo Sixties.




MUST HAVE:

 
TWIN SET

Confira as peças-chave para aderir a essa tendência?!
O comprimento das calças subiu e a velha e conhecida “Saint Tropez” agora é a repaginada calça cropped.  Outro elemento foco eram os recatados  decotes de gola  altos, às vezes careca  ou decote canoa  outras vezes com golinhas Pretty  pra lá de charmosas. Saia curta  levemente rodada em linha –A, alô Skater Skirts! Um MUST HAVE  nesta temporada que promete fazer sua cabeça  aliàs visto que a pegada sessentinha està invadindo as passarelas, as lojas, as novelas e seu estilo. Este modelo de saia CURTA,prometem invadir a temporada, trazendo plus  feminino. PRE-pare- suas pernas , neste  2013-2014, porque se depender das tendências, elas ficarão muito de fora.A saia skater agrada de românticas as moderninhas. Conquistando o fiel público do lady like e dando toque feminino para as que preferem looks contemporâneos.E aì vai querer tirar as pernas desta tendência?!
Para recriar o look sessentinha :


Aposte  em peças estruturadas, silhueta em A (triangular) ou Trapèzio  e cores alegres e brilhantes – típicos elementos sessentinha. Comprimento míni: minissaias e curtos também podem ser democráticos. Tiaras decoradas  com um laçinho achatado  posicionado  lateralmente,colares  de bolas e bolsa baù, sapatilha pilgrim.
 A regrinha para não cair na vulgaridade é cuidar para que a barra não fique a mais de três dedos de distância dos joelhos. No inverno, uma meia-calça  de fio grossa protege das baixas temperaturas e dar aquelea ar chic. 

Peça Chave aqui è:mini tubo foi supercurto, com corte reto ou levemente em line - A ou Trapèzio.Este modelo foi febre usado pela modelo Twiggy.




Vestidos  a saco e casacos de silhueta A/ Trapèzio :
O vestido dos anos 60
O casaquinho em estilo cardigã esse tipo de modelagem é boa pois não marca nenhuma parte do corpo. Para potencializar este resultado, aposte em acessòrios  complementares da mesma cor para alongar ainda mais a silhueta! Na mesma cor e tecido do vestido continua um must.
Minissaia “Saint Tropez” ,botas com salto stilletto, meia calças coloridas,Moda prèt a porter,  Simplificação das formas, cortes simples e linerar e trapèzio, a modelagme era bastante geomètrica  , como inspiração na arte, arquitetura, e no espaço, sem nehuma  fluidez. Estampas psicodélicas e cores  vivas e vibrantesTailleur: estilo Chanel,jaqueta Jeans, Jaqueta de couro, calça cigarrete, vestido  a saco ,tubinho LBD, levemente rodado em lina- A. As camisas sem gola agora podem ser usadas por fora da calça ou saia.  Ivista nas calças Cigarrete:  e para arrematar o look , incemete as sapatilhas, lenços e camisas  brancas  com trasnparência “ vela e revela”combinam bem com calças curtas e slim. Botas de cano alto: Vale ousar nas botas que  têm cano tão longo  metade coxa  que quase se misturam aos vestidos curtos. O que pode ser um bom truque de estilo para quem quer manter a silhueta longilínea. Elas são naturalmente sexy e, se você quiser fugir disso, o ideal é combiná-las a saias e vestidos de barras larguinhas. Cuido se suas formas são Ampulheta, Pêra  de coxas roliças e pernas curtas! Fuja.


Celebridades atuais em que se  inspirar?: Audrey Tautou  &  Anne Hathaway

Mulheres ícones referência de estilo: 
Audrey Hepburn,Brigitte Bardot , Jacqueline Kennedy,Twiggy , Anita Ekberg,Jane Fonda,Jane Birkin.
No Brasil
Leda Maria Vargas
, Rita Lee e Wanderléa ( estas ultimas   tiveram  um papel marcante como modelos de comportamento feminino na transição dos anos 60s nos Brasil).


CURIOSIDADES FASHION: 






Brasília é inaugurada em 1960s
Inaugurada Brasília, a nova capital do Brasil e mais moderna cidade do mundo, inteiramente planejada.O estilo tanto na moda como na arquitetura pode variar, mas mantém sempre uma identidade, como a obra do arquiteto Oscar Niemeyer, que criou Brasília. Foi uma década onde foi criada a primeira pílula anticocepcional Nesta década foi também quando surgiram as Bàrbies, a boneca das formas perfeitas que modificou completamente a maneira de como as menininhas viam a vida, incutindo-lhes um ideal de beleza e perfeição que teriam de atingir quando crescessem. Tornou-se o protótipo de mulher perfeita, atè os dia de hoje! 1961S o primeiro homem a ir ao espaço.

5 de Agosto de 1962: Morre Marilyn Monroe.
1963 O grupo inglês, de Liverpool, "The Beatles" é o maior sucesso da música em todo o mundo.  O escritor brasileiro Maurício de Souza cria: Mônica e Cebolinha a revsitinha em quadrinhos de grande sucesso. que o homem.

22 de novembro 1963s é o ano que será lembrado por um acontecimento trágico que chocou a opinião pública mundial, bem como o sistema político norte-americano da época: o assassinato de John F. Kennedy, As imagens do bárbaro assassinato  do Homem mais poderoso do mundo deu a volta ao mundo.


Em 20 de julho, de 1969: A NASA informa  AO MUNDO ,Neil Armstrong o astronauta norte-americano é o primeiro homem no mundo a pisar na superfície lunar:

9 de Outubro de 1967: Che Guevara é executado na Bolívia.

26 de outubro de 1969: Enviada o 1°e-mail entre computadores distantes.

  
CINEMA INSPIRED

La dolce vita - 1960 ,Federico Fellini film starring  ( Anita Ekberg   
& Marcello Mastroianni);  Breakfast at Tiffany's is a 1961, romantic comedy film starring Audrey Hepburn, Cabaret 1962, Planet of the Apes  American science fiction film - (1968, Franklin J. Schaffner) (Charlton Heston, Roddy McDowell).
MAKE-UP  

Os grandes protagonistas  dos anos 60s, são os olhos: olhos efeito boneca com chamativo (branco & marrom  e beige  mate) e, muitas vezes excessivo. delineador e rímel, estritamente preto e alongador. làpis brabco na linda d'àgua cìliar.
Principais curingas da maquiagem  da década de 1960 são os olhos : abandonado o batom vermelho , certifique -se tendências apontam para criar uma  olhar de boneca com atraente  cìlios  postiços e bem separados muitas vezes excessivo. É por isso que em seu Beauty case de cosméticos nunca deve faltar  o delineador e o rímel alongador e volume   e os cìlios longos que , estritamente pretos , representam a verdadeira essência do tempo 1960.  A
maquilhagem era muito diferente do que era antes visto na dècada dosa nos dourados : dava-se muito mais importância  em enfatizar os olhos  do que os lábios. o olhar era a carta vencedora: Sensual, nunca vulgar, intrigante e profundo com ar de tìmidez, quase inocente. o olhar Como esquecer o olhar ipnôtico de Audrey , Sua principal característica, alèm da elegância. no entanto, é o olhar  -. Olhos que lhe dão uma aparência de menina-moç no corpo de uma mulher. Um tipo de feminilidade, nunca demasiado ,ostensiva, mas discreto e elegante, sensual e sempre   misterioson e forte em um sentido positivo. "


De facto, nos labios agora usavam-se batons  mais neutros e nude com a cor aproximada à natural ou nenhum baton de todo. No entanto, nos olhos começavam a usar-se sombras azuis, cinzentas e até verdes, prestando uma especial atenção às cìlios - pestanas, longas e encurvadas  quase telèscòpicas  – na maioria das vezes – postiças, para um efeito de plumagem nos olhos. Um exemplo deste look tão famoso Por exemplo  a modelo anoressia Twiggy, com os seus olhos grandes em comparação ao seu rosto pequenino.ou a Audrey uma garota “alta, ossuda, de pés excessivamente grandes para se tornar uma estrela” E Você se sentir  mais indentificada com a moda dos  anos 60?

 Bem, as cores pastel são para você, tambèm na maquiagem : não tenha medo de usar sombras tons intensos (perfeito azul ou para aquelas que têm olhos escuros, rosa ou roxo e laranja para os olhos claros verde a azuis) e abundante em todo o globo ocular. Se você preferir, uma linha de delineador será absolutamente em sintonia. Ao contrário de décadas anteriores, em o batom não é mais escarlato, mas na cor de pêssego , biscoito, rosa tênue  e nude, com um toque levemente Glossy. Nuca deve falta o làpis branco e a sombra branca e marron opaca!
Novamente tendência é fazer a maquiagem da Twiggy : ter inspiração de fotografias antigas para recriar uma  maquiagem favolosa  dos anos 60s !
Sobrancelhas: de olho no estilo de cada década da moda?

Agora de se  você, não è Sexy e melancolica  como a diva Marilyn, ou ainda  Fria e angelical como a Grace; ou ainda  arrogante, forte e selvagem como  a Bardot  , PODE SER QUE, SEJA   ...fresca e crocante como a Audrey. A  Hepburn é o tipo de mulher que incorpora elementos muito longe um do outros, mas quando combinados NA DOSE certa , por alguma estranha alquimia, combinam –se quimicamente bem formulados  para formar um  estilo único e reconhecível. Pois com esta Diva, Os papéis que lhe permitiu incorporar diferentes tipos de feminilidade, frescos e espumegiante , sedutora, elegante, Forte, intelectual,meiga, mas sua essência sempre prevalece  intacta! é personificada por uma única palavra, ou melhor,bem duas: "Bon ton". Duas palavras para decifrar o segredo do seu charme, douçura e sua elegância, nunca fora do lugar.Clàssica, elegante, sòbria, fresca -  nunca banal,mais sempre atual e ùnica!
Tutorial fàcil para um recriar um  look  incrivè...efeito  Olhos de boneca!

E.S.T.I.L.O Bonequinha de luxo:


Audrey Hepburn . olhos  grandes  de boneca e profundos como duas contas! A linha  da sua forma de sombrancelha  bem preenchidas ,  espessa, bem definida,  e cheia, rectangular no inicio e fica mais fina depois do arco até ao final da sobrancelha,curvada no final a asa de gaivota.  a cauda final mais curta do que a parte inicial. Esta forma da sobrancelha é ideal se você tem um queixo e maxilar  quadrado e rosto miùdo  sim porque ele ajuda você a afinar o rosto. Cuidado, porém, apesar de suas sombrancelhas dar um ar de  naturalidade é apenas aparente, porque até mesmo o arco pleno requer as ferramentas certas e um bom visagista. Quanto á maquilhagem nos olhos o foco está no eyeliner e nas pestanas, ela não definia muito o côncavo do olho, basta aplicares uma sombra tom de pele( beige ou rosa pètalo) por toda a pálpebra  movèl e um tom ligeiramente mais escuro bsicoito  no côncavo se achares necessário. eyeliner preto ou  castanho escuro, crie  uma linha na pálpebra superior junto aos cìlios superiores, começando fina no canto interno e vai ficando mais grossa á medida que chega ao canto externo,
Na pálpebra inferior ela usava o mesmo eyeliner  e criava uma linha muito fininha junto ás pestanas, essa linha começava e acabava no meio do olho, deixando o cantos livres de delineador, algumas vezes usava um làpis branco na linha d’ água e um pouco nos cantos do olho para abrir o olhar.
Quanto ás pestanas, devem ser longas e curvadas. Com Curvez e 2 passadas de màscara para cìlios alongador e curvador.


LÁBIOS anos 60s 



A Audrey, Brigitte Bardot   e Jakeline  Kennedy.  

tem dois looks no que toca a lábios, um rosa pálido, beige pêssego, rosa tênue o chiclete  candy  ou um vermelho tangerina suave , para o vermelho é essencial delinear os lábios, na foto a baixo podes ver o quanto ela exagerava os lábios com o delineador, muito popular na altura, o delineador segue o contorno natural do lábio inferior mais o superior é delineado fora do contorno para criar um lábio mais preenchido, vês como o lábios superior é muito mais largo que o inferior?
Depois preenche o contorno com o lápis e aplica batom da mesma cor por cima, finaliza com um gloss, e  O obetivo deste make-up:? Os teus olhos devem parecer inocentes, fresco  a tua pele luminosa e perfeita dando-te uma aparência muito jovial , intriga
nte e   naturalmente sedutora, não deves parecer  uma  maquilhagem glam ou sexy!

Celebridades atuais em que se  inspirar: 
  



Audrey Tautou , Anne Hathaway , keira knightley e a super top model Italiana Bianca Balti. 







 HAIR STYLE :

No que se refere aos cabelos, em vez disso, são os cortes muito curtas, ou os capacetes com a franja. Também são típicos de cabelo grande coletados em uma banda ou um rabo de cavalo clássico.  cabelos usam-se com muito volume, apanhados em rabos-de-cavalo baixos ou na parte da nuca. A risca ao lado, laços ou chignon e topetes altos  no alto da cabeça também podem ser opção muito divertida e   coques elegantes e ultra femininos.
Como para o cabelo, no entanto, são melhores cortes maschietta muito curto, ou os capacetes voluminosos  com a franja . Também são típicos de cabelo grande coletados em um rabo de cavalo clássico.  

os penteados, que eram compostos por muito volume, porém sem abrir mão da sensualidade, característica marcante de Brigitte. Rabo de cavalo com volume,cabelo solto com topete voluminoso,coque alto com volume,e ainda As faixas e tiaras, e presilhas de strass  por exemplo, servia,m para dar acabamento, em penteados com volume, elas dão um toque de romantismo e sofisticação ao look.
Penteado bem sessentinha:Passo à passo!
Desfie a raiz do cabelo de todo o topo com um pente fino. Penteie parte do restante dos fios para trás, Deixe o topo da cabeça mais alto e prenda essa parte do cabelo como um coque falso e fofo com grampos. Leve o restante do cabelo para trás e prenda em um rabo  de cavalo. Modele as pontas com spray de fixação média



  
DICAS: 
o segredo dos penteados  1960s? Volume e Textura!

-       Penteado Jackie Kennedy, 1961 – Era o visual mais cobiçado pelas mulheres, não tem não achar esse tipo de penteado nos mais diversos comprimentos com volume no alto da cabeça. Era usado durante o dia e à noite ganhava ainda mais volume com o uso de apliques e acessórios e spray.
-       Twiggy, 1966 – 


 Ícone dos anos 60, a primeira top model trouxe a New Face, um  corte curtinho e liso,visual mais jovem fresco  com ar de androgenia.

-       Brigitte Bardot, final da década de 60s –  


 o meio rabo de cavalo Puxando  duas mechas grandes da lateral do rosto e prendemdp atrás da cabeça. A francesa  tambèm usava o cabelo  solto volumoso com franja. Nessa época, muitas mulheres que não tinham estrutura para esse penteado usavam perucas. Os cabelos eram estruturados e comportados, com volume no alto. As franjas eram côncavas, longas nas laterais e mais curtas no meio, com um ar mais natural e chique ao mesmo tempo. Esse look apareceu bem no final dos anos 60 e esteve presente no começo do movimento hippie. Rabos de cavalo e coques altos e baixos também caracterizam os cabelos da década de 60.
-       Cabelos longos ,  eram enfeitados com fitas e ornamentos para dar um ar romântico e usava-se mechas nos cabelos
-       Audrey Hepburn, Para obter  coque alto e cheio  no estilo  bonequinha-de-luxo” basta ter em mãos: pente-escova , grampos e um bom fixador.

 Reparta o cabelo em cinco partes (franja, centro, parte de trás e duas laterais);Use a parte de trás do cabelo para construir o coque alto e definido: puxe as mechas laterais para trás e use-as para acabamento. Depois disso, desfie com cuidado o cabelo repartido no centro e enrole as mechas para trás, também; Para finalizar, fixe bem as mechas com grampos e spray. Para um toque mais romântico, acrescente um acessório, como presilha, à frente do penteado. Toque de classe pode realizar uma mecha laterial na tonalidade  mel/ tabaco.



TUTORIAL PENTEADO: 
 Beehive Hairstyle 1960s



Ispiração: Rolling Stones e Beatles!No Brasil: A Jovem Guarda!

" The Wild One ", no qual um jovem Marlon Brando tornou-se um ícone e inspiração para toda uma geração . Se você está curioso para saber mais sobre o estilo hippie fashion ( que encontramos na virada dos anos 60 e 70 ) , o cabelo é definitivamente no filme mais adequado para assistir. período dos Beatles e os Rolling Stones (Rock and roll 'vi tornado deve nos anos 60:.adolescentes Twiggy  e muita a minissaia, deve ter as pernas  em dias e emagras , um estilo para usar no o tempo casual  ,e pernas nuas: vestidos curtos à  saco, trapezoidais e sem cintura . e aì vai encarar?
Escolha cores brilhantes e ousadas com estampas papel de parede: ou preto e branco. nos anos 60s, de fato, o padrão das roupas são muitas vezes linhas ópticais, geométricas e bem definida ou contaminação da arte pop.( Pop Art), padrões gráficos, diamantes, quadrados, trapézios, xadrez, Pied de poul, plaid, padronagem Damièr, paisley.
 blusas transparentes adornadas com babados nas mangas e no decote
Vestidos, ternos, twin-sets, fantasias meia-calça  em cores vivas e brilhantes e padrões ópticos. botas de borracha coloridas ou versão bicolor. Botas brancas!
Influência ou arte óptica ", Optical Art") em pedaços fato de muitos de pano foram costuradas de forma a reproduzir os padrões geométricos das pinturas de Piet Mondrian. círculos, quadrados, retângulos e brancos em zigue-zague, preto , vermelhos e amarelos!foram inteligentemente repetido para criar um efeito tridimensional em vestidos  corte a trapézio. O trompe l'oeil foi outro método usado para criar um efeito tridimensional. Transferido para o campo da moda foi usado para inserir decotes e  falsos  punhos nos vestidos e ou cintos e bolsas de cores contrastantes em um vestido. Muito legal.
Trajes para a noite: (olhar nu) transparência em vestidos de noite em preto brilhante musselina, com aplicações  de plumas de avestruz penas nas laterais que chegaram atè  o meio da coxa e teve que ser levado com nada mais do que uma serpente dourada como correia.

Tecidos: vinil, PVC, Plàstico ,acrílicos e de tecidos de poliéster, musselina, organza,
revestimento transparente no verão e golas altas e voluminosas de inverno. Você também pode optar por usar   um pullover de malha, com nervuras aderente que a parte superior do corpo.
CORES:

 A dècada de  1960: é a era de cores fortes e do plásticoPreto & branco, vermelho fogo , de Valentino, azul elètrico (Azul Balestra ),Hot pink,Navy ,Vermilhon Orange, azul ciano,verde grama brilhante, amarelo limão,violeta brilhante, Branco puro  “a cor da luz” dizia.Tons metalizados;Fluorescentes;Pastéis  Como rosas claros e azuis bebé, verde àgua e mint,Amarelinhos, traziam frescor e jovialidade aos looks veranis tirando o ar sisudo de alguns tecidos e modelagens; E cores contrastantes, como o laranja, o azul-marinho, o cor-de-rosa chocking  e tons de azul vibrantes.

ACESSÓRIOS: 


The accessory that we like!

As tiaras,  nos anos 60s  eram acessórios típicos, agregava um valor  ao outift ,acrescentado graças  e charme ao arco  forrado  decorado  com um laço achatado   posicionado para um lado, e, de preferência  em tecidos (veludo,fita gros grain  ou cetim), 
 As tiaras acentuavam  o humorismo  fresco e  incrivelmente  bom ton e é um delicioso detalhe de classe ( atè  a idade de 29 anos) è um  detalhe perfeito para adornar penteados do  de ispiração retrô  bem sessentinha. 




As cores das tiaras são variadas, todos com pingente,e decorações  na paleta de cores :branco, verde, laranja e preto,rosa confeito, azul celeste  de bolinhas, listras black and White e em quadrinhos Vichy, entre outros.
 



As hand-bags erão tendencia fortíssima em acessórios, sejam no formato de bolsas carteira ou nas charmosas bolsas com alça curta para serem levadas nas mãos. Lacinhos são outra tendência que  fizeram historia , seja em arranjos de cabelo, tiaras, sapatos ou bolsas, marcando o romantismo inocente desta decada tão marcante na mudança de costumes como na moda. lenços e óculos de sol grandes, pérolas e luvas, gargantilhas e broches  e bolsas pequenas com alça curta. Os sapatos de bico fino, com laço sejam de salto grosso ou agulha  ou sapatilhas. 

 Acessórios, como tiaras e fivelas, ajudam a finalizar o look. Ivista nos acesòrios de plàsticos que esteve no auge neste perìodo tais como: as pulseiras geomèticas e os braceltes de plexiglass gemètricos super coloridos quase roubados da arquitetura!

It bags ìconicas: bolsa de ombro Jackie O- 1968;















Sapatos: 1960s
PERFEITO COM MINI TUBOS: Trapèzio-Reto e line -A.

Os saltos eram bem contidos: quase não se via mulheres usando saltos muito altos. No entanto, formatos muito diferentes estavam na moda: saltos quadrados, finos, e até mesmo retangulares. Os sapatos de bico fino, com laço sejam de salto grosso ou agulha  ou sapatilhas. Sapatos de salto mèdio e quadrados.super elegante e confortavèl. 


 Os bicos  eram redondos, quadrados, triangulares à pontas, quase sempre com detalhes de laços achatados  ou fivelas retangulares e geomèrticos  as famosas: Flats ballet buckle.
Para as maIs jovens:Teenager usava-se sapatos com meias 3/4 e meia-calças   fio grosso  super coloridas em vestidos curtos a trapèzio. botas de cano longo, e os modelos eram trendy e confortavèis.















 
praticamente lisos, sem fivelas e botas de curto   branco  ou super coloridos.
Scarpin/ chanel de bico fino  aberto atrás com  uma tira que passa sobre o calcanhar e abaixo do tornozelo.Spatilhas bico rendondo .

 CURIOSIDADES FASHION: "So Beatles"



Hello girls!

 Chelsea Boots  ou "bota Beatles",  como o próprio nome já diz, traz referências ao quarteto mais famoso da história do rock e aparece na maioria das coleções da temporada

O modelo foi produzido em outubro de 1961, quando dois dos integrantes do grupo Jhon Lennon e Paul McCartney avistaram em Londres na vitrine da loja de calçados Anello & Davide, um par de botas Chelsea, eles adentraram na loja e encomendaram a produção de quatro pares do modelo, para serem utilizadas pelos integrantes do grupo, a fim de compor os trajes utilizados em suas apresentações ao retorno a Hamburgo, porém pediram uma adaptação nos saltos do modelo, solicitando a substituição dos tradicionais saltos, pelos saltos cubanos, As principais características destes modelos são seus canos curtos e justos, onde estes canos têm elásticos, ou zíperes nas laterais possibilitando serem bem justos, além de seus bicos alongados e saltos cubanos de altura em torno de 5 cm, sendo confeccionadas geralmente em couro preto e em verniz.



 Como usar: è um verdadeiro coringa,status symbol” pro seu guarda-roupas.





Por ser super confortável, se adapta aos looks do dia –à- dia  atè a noite  e com diversos estilos de roupas. Saias, vestidos e shorts , calças com corte mascuilos , com pences,são boas opções para deixar a composição mais feminina.  




No casso dessa botinha, ela tem um ar mais rústico,masculino , por ser um calçado  mais pesado… Eu recomendo  alèm de usar com as calças, montar um look totalmente no estilo  androgìno ou rock mas para ficar menos óbvio ,aposte em um  outift mais  romântico ou sexy. È um acesòrio  super democrático? Ou seja, vai com tudo (ou quase tudo)! … Mas cuidado! Não se esqueçam de que ela é uma peça muito casual dar passeio. Oçasiões  mais sofisticadas e glamours , pedem acessòrios Couture  então é melhor deixar a Chelsea  Boots para outra ocasião mais informal para dar  u ar moderninho  muito “Cool”aos seus looks!


Botinhas desse estilo geralmente desfavorecem as baixinhas, pois podem encurtar a silhueta, para dar uma alongada deve escolher os modelos de bico fino, e se a peça for escura, usar com meias, leggins  ou calça de tom escuro( preta) também para não cortar a silhueta.mas há dicas que são preciosas. Usar calça ou meia-calça da mesma cor da bota é uma tática para dar a impressão de alongar as pernas.
Para contrapor o estilo masculino, experimente usar com tecidos românticos : renda, tecidos mais fluidos, transparências e estampas florais. Para atualizar mais ainda o look, invista também em uma combinação com calças coloridas skinny e camisas jeans . Na dúvida, jeans também é sempre um òtimo companheiro


S.o.S. Fashion: Chelsea Boots 

Para as baixinhas: Prefira combinar a cor da bota com a calça ou meia calça e monte um look monocromático. Esse efeito disfarça a silhueta cortada no meio e alonga as pernas;
- Material do sapato: Dê preferência para as peças de couro macio, camurça ou até mesmo verniz. O importante é que a bota seja bastante confortável;
- Tornozelo à mostra: Se você for alta, experimente dobrar um pouco a barra da calça e deixe uma faixa de pele aparecendo antes da bota;
- Pé grande: Se você tem os pés compridos, prefira os modelos com a ponta arredondada;
- Calça: O modelo combina bastante com leggind, skinnys e meia calça. Calças com corte reto não destacam a peça.

ISTRUÇÃO DE ESTILO :



A principal silhueta da década é a em forma de trapézio ou como a line- A. O modelo ajuda a disfarçar possíveis gordurinhas, pois não marca em nenhuma parte do corpo. Bom  para o corpo oval , ideal para o corpo retângulo e pode atè equilibar o triângulo invertido.
Melhor optar por decotes tipo princesa ou em V. O corte  trapézio não deixa a mulher sexy, mas, sim, cool. O indicado é apostar no trapézio com pelo menos três dedos acima do joelho e não muito curtos, na coxa  para o look não ficar muito sexy. Os sapatos que acompanham os looks são de saltos médios, e grossos e quadrados que reforçam a inspiração na década, mas não deixam a mulher sexy. As bolsas que completam o visual são as médias de mão.

ESTLISTAS EM VOGUE: Jean Bousquet Cacharel,
 André Courrèges, Mary Quant .A jovem estilista revolucionou a moda nos anos 60, ao lançar, a minissaia ;Yves Saint Laurent que criou o smoking / Tuxedo para mulheres,  e as botas Cuissard de canos longos que iam até a coxa. Givenchy  o estilista francês criou os modelos que Audrey Hepburn imortalizaria  para sempre como referência de estilo e elegância sem tempo,no filme Bonequinha de Luxo, como o celebre  tubinho- vestido longo preto que ainda hoje servem de inspiração para ensaios fotográficos e red carpet!Givenchy ainda revolucionou a forma que as mulheres se vestiam ao criar as peças separáveis e independetes, e intercambiavèis  que podiam combinar entre si. Até então, blusas e saias Twin –set que  só podiam ser usadas como conjunto. 

S.o.S FASHION:-  ESTILO "TWIGGY
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

                                    
                     I Can't Get No Satisfaction, The Rolling Stones- 1965s































----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

S.o.S FASHION: - Estilo Bon ton 









Music:"Hey Jude" the Beatles 1968s



























----------------------------------------------------------------------------------------------------------------- 

S.o.S. FASHION:  "Estilo Sixties"



ISTRUÇÃO DE ESTILO :







---------------------------------------------------------------------------------------------------------------
 Breakfast for Tiffany...













--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O que acrescentar ao artigo? Bem ,ao meu ver, acredito que a moda da década dos 60s,  possuia,  um tom provocativo  quase  resoluto ,aonde  a rebeldia , apatia e ao contempo  um o ollhar atento, futurista era a alcquimia perfeita para dar espaço ao progresso  ! Assim sendo   a moda  deste perìodo encontra a elegância em seu estado  mais puro, sublime e  tão "essencial; portanto, uma provocação" pura e explícita, um desafio , aonde podemos  seguir como sugestão e guia, partindo  e tirando como referênica exemplar , pròprio da alegria, da confiança, e do  otimismo no futuro, caracteristicas  icônicas   impresendivèis do anos 60s,e no  não barbarise e cimentar-se  no negativismo ,mas sim coltivar a esperança  e provar jòia em exprimir  a  pròpria essência  e conceito de limberade ,aceitando- si mesmo , sem prè-requisito ;enfrentando  a vida com planos ousados  e um coragem visionària  para o futuro sem resignar-se ou abdicar  a si mesmo, mais com a  quela marca da singularidade, espontanidade,classe ,douçura e desafio que merece  sem sombra de dùvidas ,uma salva de palmas por si só.
Devemos tomar algumas ideias  desta època: fazer o oposto do que estamos acostumados a fazer: reverter a forma como organizamos os nossos pensamentos, movendo-se  e concentrando – no real  foco  da  individualidade  de cada ser  que nos baseamos em vez,  de basear-se nas  experiências estéticas e na  ética de  cada indivìduo e se concentrar, dando  prioridades nas  relações humanas  no sentido do tipo  horizonatal  de cada  contexto deste. " E necessàrio nunca generalizar , trasformando uma ùnica gota d’àgua em um bagno,  no qual afogar  frustrações e falsas expectativas”
ATè o pròximo artigo meus amores.E vale lembrar bem , que o olhar profundo e intenso e ao mesmo tempo dolce e  suave, desta època è  a expressão de atitude despretensiosa  mais marcante  dos anos 60s  è a marca que a contradistigue. Seja qual for sua fonte de inspiração, os anos 60s estão por aí. Firmes e fortes, batendo na nossa porta e pedindo espaço entre as nossas produções de todas as horas. Na beleza, a década mostra sua força. Pense no curto cool  que desnuda as pernas, lembre-se se està em dias com elas! Lembre das madeixas de divas sixties como Audrey Hepburn, Bardot  e Twiggy e inspire-se. Esta última, aliás, fez da maquiagem composta por delineador potente, concâvo marcado e os cílios carregados de màascara alongadora e volumizante  e os cìlios postiços  um "HIT"constantemente revisitado nas passarelas e nas porpostas de marcas de cosmèticos respeitavèis de todo mundo! E você acredita na força do olhar profundo  que traz uma boca nude? 


2 comentários:

Nubbyams de Jesus disse...

"Que època incrivèl! … Yeah, Yeah, Yeah !"
Uma década de transformações e desafios . Marcados pela exuberância dos jovens em busca de liberdade sob todos os aspectos e que tiveram amplitude mundial;e na moda também teveram grande revolução, com o aparecimento da mini-saia e das roupas unissex, revolução sexual,industrail , religiosos o Prèt à Porter, à influência da aquiterura , da arte, da astronomia, da polìtica na nova visão de estilo de vida e do pròprio conceito de moda .Aqui a musa françesa Brigitte Bardot reina absoluta como o maior símbolo sexual da è a ìcona de estilo.É importante saber que todos esses movimentos aconteceram simultaneamente duarante uma interia dècada no mundo inteiro. Foi um momento único de "sintonia e alquimia global”, onde o idealismo reinava absoluto. Olha não bastaria um inteiro artigo para descrever esta época , que foi riquíssima e bem interessante de ser estudada na Moda, na polìtica,no cinema ,na literatura e claro na mùsica com o British Invasion no rock, seguidos por The Rolling Stones ! o que dizer? Fabuloso.Mais paro por aqui ,porquè como dito nas linhas logo acima precisaria de muitos posts para abordar tanta coisa, com muita profundidade ,esta època que merce se sombras de dùvidas uma salva de Palmas por si sò; e vocês Divas; concordam comigo? Xòxo ❤

Nubbyams de Jesus disse...

As próximas coleções de primavera/ verão2013-2014s irão ditar o regresso em grande dos anos 60s, com os seus vestidos e casacos de corte em line‘A’, as típicas minissaias skater e os motivos gráficos black and white e claro os boots Beatles. A atmosfera dos "sixties" estará mais viva que nunca, aparecendo nas cores mais frescas e vibrantes de sempre.que època incrivèl..."Yeah,Yeah,Yeah!!